Arquivo da tag: aluguel

Procurando imóvel comercial? A 2000 te ajuda!

Se escolher um imóvel residencial já é um processo complexo e trabalhoso, imagine o trabalho que dá escolher o lugar para instalar uma empresa. Além dos cuidados normais na procura de qualquer imóvel, a busca por um endereço para o seu negócio demanda uma série de outras preocupações. Confira a seguir algumas dicas de especialistas que podem tornar a procura mais tranquila.

“O primeiro passo é saber qual é sua necessidade operacional e buscar somente aqueles imóveis que atendem a necessidade da empresa”, aconselha Maria Inês Dolci, coordenadora institucional da associação de consumidores Proteste. De nada adianta oferecer o produto certo, com preço competitivo e uma estratégia de promoção correta se o lugar for inadequado para seu negócio. Por isso, Maria Inês é enfática: “É preciso pesquisar”.

Alguns critérios de seleção são os mesmo que se aplicam a um imóvel residencial: é preciso levar em conta a localização, as características da vizinhança, se o local é atendido por serviços, como os de água, luz, esgoto e telefone. Outras preocupações são específicas para imóveis comerciais: deve-se avaliar a capacidade do local de alojar seu negócio, se o acesso é fácil, se tem estacionamento para veículos, se conta com área para carga e descarga de mercadorias e se é bem atendido por transporte coletivo.

O Sebrae-SP propõe uma fórmula simples para avaliar um local: levar em conta os 4Ps – ponto (localização), preço, produto e promoção – expressão originária do mundo do marketing. Além de analisar esses quesitos, Maria Inês acrescenta que é importante olhar vários imóveis na região escolhida e visitá-los em horários diferentes (manhã, tarde e noite) para saber como é o local que pretende alugar.

Se o imóvel for abrigar um estabelecimento comercial, é preciso levar em considerações alguns fatores adicionais. O Sebrae-SP lembra que é preciso analisar se o produto ou serviço que será comercializado é compatível com o poder aquisitivo da população que vive ou trabalha na região, se o ponto tem boa visibilidade, se a região é movimentada e o que há no entorno do imóvel: há empresas de outros ramos que complementam o seu mix de produto? Existem empresas de outros nichos que atraem o mesmo tipo de público que sua empresa? Como é a concorrência ao redor? Se o ponto estiver dentro de um centro comercial, leve em conta o valor do aluguel somando a quantia destinada ao condomínio, fundo de propaganda, luvas (taxa de ponto), etc.

Batendo o martelo

Depois de pesquisar muito e identificar os imóveis que melhor atendem às suas necessidades, é o momento de responder algumas perguntas para decidir qual é a melhor opção: o imóvel tem o tamanho adequado? O valor do aluguel é compatível com o valor cobrado? Possui as instalações que sua empresa precisa? Necessita de reforma? Tem estacionamento? E, finalmente, quais são os pontos fortes e fracos do local?

É importante sempre calcular os custos. Se o valor do aluguel pesar muito sobre os custos da empresa é melhor procurar um lugar mais acessível. “Verifique o custo-benefício, se os gastos serão cobertos e se o local vai dar o lucro que se deseja”, aconselha Maria Inês. Para facilitar a tarefa de comparar os imóveis visitados, o Sebrae-SP recomenda montar uma planilha e anotar como cada um se sai nos seguintes quesitos: acesso, avaliação do mercado, avaliação da população ao redor, avaliação do imóvel, avaliação da concorrência.

fonte: www.terra.com.br

Vai alugar um imóvel? Confira nossas dicas

Você decidiu que é hora de alugar um imóvel, mas, não pense que escolher o lugar certo para morar é tarefa fácil. Confira algumas dicas para a escolha de imóvel ideal para você!

1. Escolha bem a localização

Vários fatores devem ser considerados na hora de escolher a localização. Confira a existência de opções de transporte nos arredores e a proximidade de supermercados, farmácias, padarias etc. Escolha um lugar que facilite o trajeto até o trabalho ou a escola dos filhos. Se morar em um local muito distante, você pode acabar tendo mais gastos com transporte e perder tempo demais no trânsito.

2. Informe-se sobre a vizinhança e a segurança

Pesquise se o local onde pretende morar é seguro, se a vizinhança é tranquila ou muito barulhenta. Isso será essencial para o seu bem-estar. De que adianta viver em um lugar lindo, mas onde sempre há barulho até tarde da noite ou assaltos com frequência?

3. Visite o local mais de uma vez

Para se certificar de que está fazendo a escolha certa, visite o imóvel mais de uma vez. Se possível, faça uma das visitas durante o dia, pois assim fica mais fácil verificar se há problemas no imóvel e também se o local tem boa iluminação natural. Veja se há umidade dentro de armários e confira o estado da pintura em todos os cômodos.

4. Dê preferência para imóveis mais novos

Se você escolher imóveis construídos há, no máximo, 10 anos, o risco de ocorrência de problemas estruturais diminui bastante. Há menos chances de você ser pega de surpresa e ter que enfrentar uma reforma.

Fonte: texto adaptado de financaspessoais.organizze.com.br

Pensa em alugar?

Procurar um imóvel para alugar e depois arcar com todos os trâmites até finalmente ter uma nova casa ou apartamento onde morar pode ser muito complicado. Além de precisar achar uma residência que combine com você e com seus modos de vida, ele precisa estar em um local vantajoso para você e – o mais importante – caber em seu orçamento.

Diante desse longo processo que envolve negociação e, no fim, uma etapa mais burocrática incluindo contrato, documentação e outros itens. Abaixo, vamos resumir em sete itens, tudo o que você precisa saber antes de alugar um imóvel. Confira!

1. Conheça a região

Antes de fechar negócio sobre o imóvel que vai alugar, conheça a região em que você vai morar futuramente. Veja se a vizinhança é adequada a seu estilo de vida, com relação a barulhos por exemplo. É recomendado pesquisar sobre a região e visitar o local em diferentes momentos do dia e da semana, para não ter surpresas desagradáveis.

2. Visite o imóvel

Hoje em dia existem alguns aplicativos que facilitam o processo de procurar imóvel para alugar, mas ainda assim existe uma prática tradicional que não pode ser dispensada: visitar o imóvel. Antes de fechar negócio, assinar qualquer contrato ou até mesmo depositar uma quantia em dinheiro, é necessário conhecer o imóvel para ver se ele condiz com as fotos e se o estado de conservação é bom. Uma outra etapa imprescindível antes de assinar o contrato é a vistoria junto ao locatário.

3. Fique atento às taxas não inclusas no aluguel

Ao pesquisar os imóveis para alugar, lembre-se de levar em consideração as outras taxas que não estiverem inclusas no valor do aluguel, como o IPTU que, na maioria dos casos, o proprietário pode deixar como responsabilidade do inquilino e no caso de prédios ou conjunto de casas, o condomínio, que pode ter um valor bastante alto.

4. Seguro fiança x Fiador

Ao alugar imóveis pede-se um fiador, que nada mais é do que alguém com um imóvel próprio na cidade em que o imóvel será alugado (a 2000 aceita fiador com imóvel em outra cidade), indicado pelo locatário, que deve apresentar também comprovante de renda. É uma solução que pode demorar um pouco mais, já que é preciso a aprovação do fiador. Se o locatário não dispuser de um fiador, uma alternativa é o seguro fiança, em que o inquilino paga mensalmente uma taxa a uma seguradora específica, portanto há um gasto maior.

5. Documentação

A documentação é outro item muito importante de se averiguar antes de alugar o seu apartamento, para não perder uma oportunidade sem querer. Geralmente, exige-se no mínimo documento de identidade, CPF e comprovante de renda, além de outros documentos do fiador se este existir, mas pergunte ao corretor imobiliário tudo o que é necessário antes de apresentá-los para evitar certas dúvidas.

Fonte: texto adaptado do site www.homify.com.br